Drumheller

Antes de vir para o Canadá já havia pesquisado um pouquinho sobre a região e ouvi falar de Drumheller, uma cidade famosa por… dinossauros. Foi lá que o Albertosaurus, um parente do T. rex foi identificado pela primeira vez. O terreno é chamado de “badlands” e é comum achar fósseis pois as forças da erosão expuseram as camadas de sedimentos e a falta de vegetação facilita a escavação (Wikipedia).

A fama é grande e a cidade usa isso para explorar o turismo, você nem precisa entrar na cidade para perceber na verdade.

A principal atração envolvendo paleontologia então fica sendo o Royal Tyrrel Museum, um museu enorme dedicado ao assunto que conta com mais de 130.000 fósseis. O nome é uma homenagem à Joseph Tyrrell que descobriu o primeiro dissonauro no Red Deer River Valey em 1884. O “Royal” veio em 1990 e foi dado pela Rainha Elizabeth II.

A foto acima mostra parte do “Black Beauty”, um Tyrannosaurus rex muito bem preservado. O nome vem da cor negra do fóssil, a qual ocorreu pela presença de minerais perto do fóssil na rocha o qual o mesmo se encontrava. O fóssil também é o menor fóssil de T. rex adulto já encontrado.

Outra grande atração da cidade, que visitamos no mesmo dia, é a Atlas Coal Mine. Eles contam com diversos tours diferentes mas resolvemos fazer o Tunnel Tour que vai mesmo dentro dos túneis que levam à mina (que está fechada por enquanto). Neste tour também é possível visitar o Blacksmith Shop, o lugar onde todos se arrumavam e tomava banho, bem como descobrir diversas curiosidades sobre o que era ser um trabalhar nas minas naquela época.

Outra atração de Drumheller, desta vez natural, são os hoodoos, chamadas (aparentemente) chaminés de fada em português. “Grandes colunas naturais em forma cónica que sustêm no seu topo um bloco de rocha maior, que funciona como protector da erosão até que, com o continuar da erosão, não seja mais possível sustentar esse bloco” (Wikipedia). Bom, existem diversos hoodoos na região de Drumheller e alguns são até sítios de preservação. É tão sério que se você for pego destruindo um hoodoo protegido a multa pode chegar à CAD$50.000 e 1 ano de prisão.

Outro lugar bem legal é o Horseshoe Canyon. É um lugar muito bonito onde também é possível realizar passeios de helicóptero. Claro que não é barato né! Existe um tour de 5-6min (CAD$50) e outro de 10-12min (CAD$100). É muito rápido mas muito fantástico, vale todos os centavos se você não for passar fome por isso. E mesmo para quem não vai para o passeio de helicóptero vale a pena visitar o canyon ainda assim pois a vista é muito bonita.

(vista normal)

(de helicóptero)

Fora isso o interior de Alberta também apresenta alguma surpresas como Donalda, a vila (250 habitantes) com a maior lâmpada do mundo, e onde turista é tratado como realeza. Chegamos lá por acaso (por que erramos o caminho para Drumheller) e o moço da sorveteria pediu até para tirar foto com a gente.

Anúncios

Um comentário sobre “Drumheller

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s